Ir al contenido principal Ir al menú de navegación principal Ir al pie de página del sitio

Crónica de un éxito consolidado: las políticas de erradicación de la viruela en Brasil (1962-1973)

https://doi.org/10.18294/sc.2019.2167

Publicado August 14, 2019 Open Access


Jonatan Sacramento Estudiante de Doctorado, Programa de Pós-Graduación en Ciências Sociais, Instituto de Filosofia y Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, Brasil. image/svg+xml



Vistas de resumen
728
Cargando métricas ...


Palabras claves:

Viruela, Erradicación, Vigilancia Epidemiológica, Políticas de Salud, Brasil


Resumen


El objetivo de este artículo es comprender las acciones para combatir la viruela en Brasil, en el marco de la Campaña de Erradicación de la Viruela, que tuvo lugar en las décadas de 1960 y 1970. Se intenta argumentar que, además de la aguja bifurcada y de la vacuna liofilizada, la vigilancia epidemiológica –a partir de la construcción de instrumentos y protocolos de vigilancia en salud– fue el tercer elemento clave que garantizó la erradicación de la enfermedad. La hipótesis que se pretende sustentar es que las acciones de control y erradicación de la viruela contribuyeron a la construcción de nuevas instituciones de salud en el interior de Brasil. Como un ejercicio de análisis sociohistórico, la investigación se basó en fuentes documentales (informes, boletines y legislaciones), en entrevistas con profesionales directamente involucrados con la erradicación de la viruela y en parte de la producción intelectual de estos respecto del tema.


Referencias bibliográficas


1. Carvalho JM. Os bestializados: o Rio de Janeiro e a República que não foi. São Paulo: Companhia das Letras; 2006.

2. Chalhoub S. Cidade febril: cortiços e epidemias na Corte Imperial. São Paulo: Companhia das Letras; 2001.

3. Sevcenko N. A revolta da vacina: mentes insanas em corpos rebeldes. São Paulo: Cosac Naify; 2010.

4. Chagas DC. Erradicando doenças: De projeto internacional ao sistema de vigilância epidemiológica – A erradicação da varíola no Brasil (1900-1970). [Dissertação de Mestrado]. Rio de Janeiro: Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz; 2008.

5. Gazêta AAB. Uma contribuição à história do combate à varíola no Brasil: do controle à erradicação. [Teses de Doutorado]. Rio de Janeiro: Casa do Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz; 2006.

6. Gazêta AAB. A campanha de erradicação da varíola no Brasil. [Dissertação de Mestrado]. Rio de Janeiro: Núcleo de Estudos de Saúde Coletiva, Universidade Federal do Rio de Janeiro; 2001.

7. Hochman G. Priority, invisibility and eradication: The history of smallpox and the Brazilian public health agenda. Medical History. 2009;53(2):229-252.

8. Hochman G. Vacinação, varíola e uma cultura da imunização no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva. 2011;16(2):375-386.

9. Foucault M. Segurança, território e população: curso no Collége de France (1975-1976). São Paulo: Martins Fontes; 2008.

10. Hochman G. A era do saneamento: as bases da política de saúde pública no Brasil. São Paulo: Hucitec, ANPOCS; 1998.

11. Lowy I. Virus, moustiques et modernite: la fievre jaune au Bresil, entre science et politique. Paris: Archives Contemporaines; 2001.

12. Lima NT. Um sertão chamado Brasil: intelectuais e representação geográfica da identidade nacional. Rio de Janeiro: IUPERJ/UCAM, Revan; 1999.

13. Amaral C. Depoimento: acervo de depoimentos orais memória da poliomielite. Rio de Janeiro: Casa de Oswaldo Cruz, Departamento de Arquivo e Documentação; 2001.

14. Amaral C. Entrevista. Niterói: Arquivo pessoal; 2017. 1 arquivo digital: 2h 30min.

15. Brasil. Portaria nº 55, de 29 de janeiro de 1980: Extingue, a partir desta data, em todo o território nacional, a obrigatoriedade da vacina antivariólica, cuja aplicação ficará restrita as exigências do Regulamento Sanitário Internacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Rio de Janeiro; 29 ene 1980. Seção II, p. 1872.

16. Fenner F, Henderson DA, Arita I, Jezek Z, Ladnyi ID. Smallpox and its eradication. Genebra: World Health Organization; 1988.

17. Brasil. Portaria nº 23, de 18 de janeiro de 1962. Institui a Campanha Nacional Contra a Varíola, com a finalidade de erradicar essa endemia do território nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Rio de Janeiro; 18 ene 1962. Seção I, p. 1097.

18. Risi Jr JB. Depoimento: Projeto vacina antivariólica. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Cruz, Casa de Oswaldo Cruz; 2005.

19. Sacramento J. Gênero e tecnologia na erradicação da varíola. Revista Gênero. 2018;18(2):80-102.

20. Henderson DA. Smallpox: the death of a disease: the inside story of eradicating a worldwide killer. Amherst: Prometheus Books; 2009.

21. Foege WH. House on fire: the fight to eradicate smallpox. New York: University of California Press, Milbank Memorial Fund; 2012.

22. Brown TM, Cueto M, Fee E. A transição de saúde pública “internacional” para “global” e a Organização Mundial da Saúde. História, Ciências, Saúde-Manguinhos. 2006;13(3):623-647. doi: 10.1590/S0104-59702006000300005.

23. Cueto M. Saúde global: uma breve história. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2015.

24. Sacramento J. Saberes, poderes e corporalidades: a biopolítica da erradicação da varíola. [Dissertação de Mestrado]. Campinas: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, UNICAMP; 2018.

25. Brasil. Lei 59.153, de 31 de agosto de 1966. Institui, no Ministério da Saúde, a Campanha de Erradicação da Varíola e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Rio de Janeiro; 2 sep 1966. Seção 1, p. 10139.

26. Fischmann A. Depoimento: Projeto vacina antivariólica. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Cruz, Casa de Oswaldo Cruz; 2005.

27. Silveira CM. Depoimento: Projeto vacina antivariólica. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Cruz, Casa de Oswaldo Cruz; 2005.

28. São Paulo. Decreto 49.021, de 30 de novembro de 1967: Dispõe sôbre a instituição da “Campanha de Erradicação da Varíola”, na Secretaria da Saúde Pública e da Assistência Social, e dá outras providências. Diário Oficial do Estado de São Paulo, São Paulo; 1 dic 1967.

29. Arita I, Nakane M. Successful eradication of smallpox and the prospect of disease eradication efforts in the twenty-first century. En: Bhattacharya S, Messenger S, (eds.). The global eradication of smallpox. New Delhi: Oriente BlackSwan; 2010.

30. Sanson Y, Tognosi WN, Barcellos M, Passeri G. A enfermagem na Campanha de Erradicação da Varíola: Relatório interno da CEV/SP; 1970.

31. Fernandes TMD, Chagas DC, Souza EM. Varíola e vacina no Brasil no século XX: institucionalização da educação sanitária. Ciência & Saúde Coletiva. 2011;16(2):479-489. doi: 10.1590/S1413-

32. Reinhardt BH. The Global Great Society and the US commitment to smallpox eradication. Endeavour. 2010;34(4):164-172. doi: 10.1016/j.endeavour.2010.09.006.

33. Reinhardt BH. The end of a global pox: American and the eradication of smallpox in the Cold War era. Chapel Hill: The University of North Carolina Press; 2015.

34. Bhattacharya S. Struggling to a monumental triumph: re-assessing the final phases of the smallpox eradication program in India, 1960-1980. História, Ciências, Saúde-Manguinhos. 2007;14(4):1113-1129. doi: 10.1590/S0104-59702007000400002.

35. Brilliant L, Conrad CW. The eradication of smallpox from India. En: Bhattacharya S, Messenger S, (eds.). The global eradication of smallpox. New Delhi: Oriente BlackSwan; 2010.

36. Quadros C. Depoimento: Acervo de depoimentos orais memória da poliomielite. Rio de Janeiro: Fiocruz, Casa de Oswaldo Cruz, Departamento de Pesquisa, Departamento de Arquivo e Documentação; 2001.

37. Quadros C. Depoimento: Projeto vacina antivariólica. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Cruz, Casa de Oswaldo Cruz; 2005.

38. Fischmann A. Depoimento: Acervo de depoimentos orais memória da poliomielite. Rio de Janeiro: Fiocruz, Casa de Oswaldo Cruz, Departamento de Pesquisa, Departamento de Arquivo e Documentação; 2001.

39. Brasil, Ministério da Saúde, Superintendência de Campanhas de Saúde Pública, Campanha de Erradicação da Varíola. Boletins Semanais da Campanha de Erradicação da Varíola; 1969-1974. Localizado en: Arquivo Histórico, Museu de Saúde Pública Emílio Ribas, São Paulo, Brasil.

40. Brasil. Lei 6.259, de 30 de outubro de 1975: Dispõe sobre a organização das ações de Vigilância Epidemiológica, sobre o Programa Nacional de Imunizações, estabelece normas relativas à notificação compulsória de doenças, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília; 31 oct 1975. Seção 1, p. 14473.

41. Fischmann A. Investigação epidemiológica de varíola no estado do Rio Grande do Sul, Brasil. [Dissertação de Mestrado]. São Paulo: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo; 1978.

42. Verani JFS. A vigilância epidemiológica na erradicação de doenças: A varíola e a poliomielite. [Dissertação de Mestrado]. Rio de Janeiro: Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz; 1990.